Xbox confirma que planeja trazer Call of Duty, Diablo e Overwatch para o Game Pass

A Microsoft confirmou que pretende trazer as principais franquias da Activision Blizzard para o Xbox Game Pass caso a fusão das empresas avance.

Anunciou planos de adquirir a Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões em janeiro, quando também disse que queria trazer o maior número possível de jogos da empresa para seu serviço de assinatura Xbox e PC.

Embora possa ter sido assumido anteriormente, o chefe do Xbox, Phil Spencer, agora confirmou especificamente que a empresa pretende disponibilizar as franquias Call of Duty, Diablo e Overwatch no Game Pass.

“Estamos expandindo a escolha de duas maneiras: por meio da criação do Game Pass, que oferece aos jogadores uma opção de assinatura; e trazendo mais jogos para plataformas móveis, inclusive por meio de nossa tecnologia de streaming de jogos na nuvem”, disse ele em comunicado publicado na quinta-feira.

“Serviços de assinatura como o Game Pass tornam os jogos mais acessíveis e ajudam jogadores de todo o mundo a encontrar seu próximo jogo favorito. O Game Pass capacita os desenvolvedores a trazer mais jogos para mais jogadores, não menos.

“Pretendemos disponibilizar a amada biblioteca de jogos da Activision Blizzard – incluindo Overwatch, Diablo e Call of Duty – no Game Pass e aumentar essas comunidades de jogos. Ao entregar ainda mais valor aos jogadores, esperamos continuar crescendo o Game Pass, estendendo seu apelo para telefones celulares e qualquer dispositivo conectado.”

Spencer reiterou alegações recentes de que o acordo proposto foi impulsionado principalmente pelas ambições da Microsoft nos espaços de jogos para dispositivos móveis e PC, áreas nas quais a Activision Blizzard possui maior experiência e recursos.

Ele também reiterou a alegação da Microsoft de que não tem planos de tornar Call of Duty um exclusivo do Xbox caso adquira com sucesso a Activision Blizzard.

“Estamos comprometidos em disponibilizar a mesma versão de Call of Duty no PlayStation no mesmo dia em que o jogo for lançado em outro lugar”, disse Spencer.

A aquisição proposta está sendo examinada por reguladores preocupados com possíveis questões antitruste durante um período de crescente consolidação na indústria de jogos.

Na semana passada, foi alegado que a Arábia Saudita se tornou a primeira autoridade reguladora a aprovar o acordo.

Mas os últimos comentários de Spencer foram aparentemente publicados para coincidir com o anúncio de hoje de que o inquérito do regulador de concorrência do Reino Unido sobre a fusão pode ser expandido devido a preocupações pendentes.

“Após nossa investigação da Fase 1, estamos preocupados que a Microsoft possa usar seu controle sobre jogos populares como Call of Duty e World of Warcraft pós-fusão para prejudicar rivais, incluindo rivais recentes e futuros em serviços de assinatura de vários jogos e jogos na nuvem”, disse. disse Sorcha O’Carroll, diretora sênior de fusões da Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA).

“Se nossas preocupações atuais não forem abordadas, planejamos explorar este acordo em uma investigação aprofundada da Fase 2 para chegar a uma decisão que funcione no interesse dos jogadores e empresas do Reino Unido.”

A CMA disse que a Microsoft e a Activision Blizzard têm até 8 de setembro para resolver suas preocupações e que, se propostas adequadas não forem recebidas, o acordo será encaminhado para investigação adicional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: