Activision Blizzard é processada pela cidade de Nova York por aquisição da Microsoft

Um processo de autoridades da cidade de Nova York acusou o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, de se apressar em vender a empresa para a Microsoft em uma tentativa de escapar da responsabilidade por irregularidades e obter bônus significativos.

Conforme relatado pela Axios, o processo foi aberto em 26 de abril pelo Sistema de Aposentadoria dos Funcionários da cidade de Nova York e fundos de pensão para bombeiros, polícia e professores da cidade.

Os demandantes, donos de ações da Activision Blizzard, entraram com o processo em uma tentativa de obter acesso aos livros e registros corporativos, que acreditam poder expor Kotick e seu conselho de administração a má conduta que deprimiu o preço das ações da empresa.

Eles originalmente começaram a buscar acesso a documentos internos da Activision Blizzard em outubro passado, depois que a editora de Call of Duty e World of Warcraft foi processada pelo Departamento de Emprego Justo e Habitação da Califórnia (DFEH) por sua falha em lidar com assédio sexual e discriminação contra funcionárias.

Os queixosos estavam tentando determinar o que Kotick sabia sobre má conduta sexual na Activision Blizzard como pretexto para processar ele e seus colegas membros do conselho por supostamente desvalorizar a empresa.

Desde então, surgiu que a Microsoft iniciou conversas com Kotick sobre um acordo para adquirir a Activision Blizzard apenas três dias após a publicação de uma reportagem do Wall Street Journal alegando que o líder da empresa sabia há anos sobre alegações de má conduta sexual.

Em um comunicado na época, um porta-voz da empresa disse que Kotick “não teria sido informado de todas as denúncias de má conduta em todas as empresas da Activision Blizzard, nem seria razoavelmente esperado que ele fosse atualizado sobre todos os problemas de pessoal”.

O processo alega: “Dada a responsabilidade pessoal de Kotick pelo local de trabalho quebrado da Activision, deveria ter ficado claro para o Conselho que ele era incapaz de negociar a venda da empresa. Mas não foi.”

Em vez disso, diz-se que o conselho deixou Kotick liderar as negociações em nome da empresa enquanto ela ficava em segundo plano.

A Microsoft abriu as discussões de aquisição em 19 de novembro de 2021, mas o Conselho não realizou uma reunião para discutir o alcance da Microsoft até duas semanas depois, em 1º de dezembro de 2021”, afirma o processo.

“Naquela janela, sem autorização do Conselho ou uma oferta real da Microsoft, Kotick informou alegremente à Microsoft que estaria disposto a aceitar uma oferta na faixa de US$ 90 a US$ 105 por ação”.

Foi anunciado em janeiro que a Microsoft havia concordado em adquirir a Activision Blizzard em um acordo que custaria US$ 95 por ação, em uma transação em dinheiro avaliada em US$ 68,7 bilhões.

A velocidade com que Kotick se moveu não apenas para estabelecer um teto de oferta, mas para executar um acordo, era de se esperar”, alega o processo. “A fusão não apenas ofereceu a Kotick e seus colegas diretores um meio de escapar da responsabilidade por suas violações flagrantes do dever fiduciário, mas também ofereceu a Kotick a chance de obter benefícios substanciais não tributáveis.

“Conforme detalhado na Demanda 220 Subsequente, isso incluía bônus significativos que Kotick poderia receber por simplesmente garantir que a Activision cumprisse a lei.”

O processo sugere que o preço da fusão “parece subestimar seriamente a Activision, pois representa um mero prêmio de 1%” sobre o preço das ações da empresa antes de ser processada pelo DFEH em julho de 2021.

“Com a fusão anunciada, Kotick poderá escapar completamente da responsabilidade e da responsabilidade e, em vez disso, continuará a atuar como executivo após o fechamento da fusão.

“Pior ainda, apesar de sua potencial responsabilidade por violações do dever fiduciário, o Conselho permitiu que o próprio Kotick negociasse a transação com a Microsoft. A decisão do Conselho de confiar à Kotick o processo de negociação é imperdoável pelo motivo adicional de que a Kotick recebe pessoalmente benefícios materiais substanciais cujo valor não está diretamente alinhado com o preço da fusão.”

A Activision Blizzard recentemente recomendou que seus acionistas votassem contra uma proposta de que deveria preparar um relatório público anual sobre os esforços da empresa para evitar assédio e discriminação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: