FIFA 22 testará multijogador cross-play em breve, mas não chegará ao FUT

FIFA 22 em breve terá multiplayer online cross-play, mas apenas em alguns modos de jogo por enquanto.

Em uma postagem de blog no site oficial do FIFA 22, foi anunciado que a funcionalidade de cross-play será testada em um “futuro próximo”, com jogadores capazes de tentar competir contra oponentes em outros sistemas.

Por enquanto, o teste de cross-play só estará disponível nas versões PS5, Xbox Series X/S e Stadia do jogo, o que significa que os jogadores do Xbox One, PS4 e PC ficarão de fora.

Também será adicionado apenas aos modos Online Seasons e Online Friendlies, o que significa que não chegará ao FIFA Ultimate Team (FUT).

De fato, de acordo com um Q&A na página oficial, não parece que o modo FUT do FIFA 22 terá cross-play a qualquer momento, e o mais cedo que chegará será para o FIFA 23 (que pode ser o último jogo com a marca FIFA).

“Embora queiramos permitir que nossos jogadores joguem com o maior número possível de amigos e outros, limitamos o teste a esses dois modos com o objetivo de reduzir a chance de introduzir novos problemas no jogo”, diz a página.

“Estamos confiantes de que os dados do jogo e o feedback que recebemos desses dois modos ajudarão a informar como o Cross-play pode ser implementado em títulos futuros.”

A EA diz que o cross-play nas Temporadas Online funcionará como normalmente. “Supondo que você tenha o teste Cross-play ativado, você pode entrar nas Temporadas Online como faria normalmente, não há mais nada a ser feito”, afirma.

“Como de costume, o matchmaking procurará um oponente apropriado, e eles podem ou não acabar em uma plataforma diferente da sua.

Um relatório de fevereiro da Xfire afirmou que o FIFA 23 incluiria cross-play pela primeira vez na história da série. Este novo anúncio significa que chegará antes disso, embora limitado a certos modos.

O FIFA 23 também contará com a Copa do Mundo da FIFA masculina e feminina, e também é alegado que a EA planeja expandir os acordos de licenciamento atualmente em vigor com ligas e equipes femininas.

No início deste ano, informamos que o CEO da Electronic Arts, Andrew Wilson, disse a sua equipe em uma reunião interna que acredita que a marca FIFA “impediu” a franquia.

Em alguns cometnários, Wilson afirmou que a FIFA havia impedido a EA de expandir seus jogos para modos além do tradicional 11v11, ou “ecossistemas digitais mais amplos”, e sugeriu que o único valor que a EA obteve da licença em um ano fora da Copa do Mundo foi “quatro letras na frente da caixa”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: