Forza Motorsport promete “um grande salto de geração” para a série de corridas

O próximo jogo do Forza Motorsport promete dar “um grande salto de geração” para a série de corridas, de acordo com o diretor criativo Chris Esaki.

A Turn 10 Studios realizou o primeiro playtest do título em 8 de maio, dando aos usuários a chance de praticar “uma pequena parte do jogo” na forma de algumas corridas multijogador.

Esaki disse no último episódio do Forza Monthly que o playtest deu aos jogadores uma ideia de como o estúdio tem feito para “renovar e aprofundar” a física da franquia e a jogabilidade básica.

Sou um cara de gameplay central, um cara de mecânica central e realmente penso em todas as coisas que fazemos – a borracha encontra a estrada e esse tipo de coisa – como gameplay central e, essencialmente, estamos construindo sobre essa base sólida de nosso Forza sentem que nossos jogadores conhecem e amam e apenas tornando isso muito melhor ”, disse ele.

Então, tenho tentado pensar em como quantificar isso para todos aqui sem realmente colocar as mãos nisso, para colocar o trabalho da física em perspectiva para todos, as mudanças que fizemos do Forza Motorsport 7 até agora são mais do que as mudanças que fizemos do Motorsport 4 ao 7, então é basicamente um grande salto de geração para o jogo.

Em todos os jogos anteriores da Forza Motorsport, o modelo de colisão de pneus tinha um único ponto de contato com a superfície da pista e era atualizado a cerca de 60 ciclos por segundo, ou 60Hz. O novo modelo, em vez disso, tem oito pontos de contato com a superfície da pista e funciona a 360 ciclos por segundo, ou 360Hz.

“Então, se você está fazendo as contas lá, é um salto de fidelidade de 48x em uma única colisão de pneu, então há uma enorme quantidade de trabalho lá que realmente valeu a pena”, disse Esaki.

Ele afirmou que o primeiro playtest do jogo foi um sucesso e prometeu que “muitos, muitos” mais estão planejados, pois “eles são fundamentais para a forma como estamos desenvolvendo o Forza Motorsport”. O próximo será neste verão.

Esaki acrescentou: “Isso vai para todo o feedback que recebemos deste último teste, você pode realmente sentir a superfície da pista muito mais, há muito mais comunicação com o jogador e a sensação dos pneus na pista é realmente insana .

Ele foi então questionado sobre de que outra forma a física aprimorada de Forza afetaria a experiência de jogo. “Outro exemplo de como nossa física funciona que resultou em mudanças sutis, mas perceptíveis na superfície da estrada, são os meios-fios. Nossos freios no passado costumavam ser vistos como um tanto grosseiros ou perturbadores, e acho que isso mudou drasticamente.

“Eles podem ser abordados com confiança, e acho que o playtest confirmou isso. Por mais simples que seja, a restrição é noite e dia para onde sempre foi. Eles são ótimos para dirigir agora, são suaves, são naturais e nossos pneus podem realmente ter a sensação da estrada e das ondulações no meio-fio agora. ”

Forza Motorsport para Xbox Series X foi anunciado no verão passado e descrito como “uma reimaginação” da série. Na época, o diretor criativo da Turn 10, Dan Greenawalt, disse ao Xbox.com que o jogo estava em desenvolvimento inicial.

Durante sua recente entrevista, Esaki fez questão de enfatizar o nome do próximo título.

“Há alguma confusão por aí sobre qual é o nome do jogo e eu só queria reafirmar, o nome do jogo é Forza Motorsport, não há 8 sequencial após o título. É realmente uma experiência totalmente nova do Forza Motorsport. ”

Foi alegado que o Forza Horizon 5 poderia ser lançado para o Xbox Series X / S em 2021.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: