Uma versão de desenvolvimento do Pokémon Sword vazou, revelando monstros e ambientes pré-lançamento

O protótipo jogável do Switch, que está sendo ativamente circulado na comunidade de fãs – inclui recursos e ambientes inacabados e Pokémon que eventualmente não foram incluídos no jogo final.

De acordo com um usuário do Twitter com acesso ao vazamento, os monstros apresentados na compilação de pré-lançamento que não foram incluídos no jogo final incluem Beedrill, Ekans, Furforu e Aurorus, enquanto a tela de título da compilação também apresenta Mega Pokémon. Deve-se notar que apenas cerca de 20 Pokémon são apresentados na compilação, provavelmente para fins de teste.

A compilação vazada é de março de 2018 e, além da identidade do Pokémon cortado, revela pouco além de um insight de como o jogo foi criado.

Os fãs compartilharam imagens do vazamento durante a noite.

A série Pokémon foi sujeita a um número significativo de vazamentos de dados nos últimos dois anos, incluindo ROM de depuração para Pokémon Blue, Yellow, Gold e Silver, juntamente com o código-fonte, demos Spaceworld ’99 e um emulador de PC GameBoy interno.

Neste verão, planos detalhados apareceram online para um título Pokémon estilo MMO para Game Boy Advance.

O “Projeto Pokémon Online” – como é referido – foi apresentado como um jogo autônomo para Game Boy Advance fortemente baseado em Pokémon Fire Red e Leaf Green.

Em julho, uma quantidade significativa de dados clássicos da Nintendo vazou para a internet, incluindo os primeiros protótipos de jogos como Yoshi’s Island, Star Fox, Super Mario 64 e Legend of Zelda: Ocarina of Time.

Os vazamentos também contêm documentação interna relacionada ao GameCube, Nintendo DS, Nintendo 64 (e seu add-on 64DD), Wii e o iQue apenas na China, mostrando como os sistemas funcionam e os processos de desenvolvimento por trás deles.

O conteúdo vazado está possivelmente vinculado a uma violação maior de dados legados da Nintendo, relatada pela primeira vez em maio.

Os dados são originados de um hack de servidor relacionado à BroadOn, uma empresa que a Nintendo contratou para desenvolver hardware e software para Wii.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: